Propósito de Marca: Ligia Santos

Gerente geral da Galderma no Brasil

30 de abril de 2024

Propósito de Marca: Ligia Santos

O propósito de marca é um elemento fundamental na construção de uma identidade empresarial sólida e relevante no cenário atual. Compreender como as marcas se conectam com seu propósito e o universo tecnológico é essencial para se manterem relevantes e competitivas. Nesta nova série de entrevistas, o Estadão Blue Studio reuniu uma seleção exclusiva de executivos do mercado para compartilharem suas perspectivas sobre como as marcas estão alinhando seu propósito com as demandas e oportunidades oferecidas. Prepare-se para mergulhar em insights valiosos.  #aproveiteoconteúdo

1) Ter um propósito é moda, detalhe ou fundamental?

Ter um propósito é fundamental para as empresas que desejam se destacar em um mercado cada vez mais competitivo e consciente. Não é apenas um detalhe ou modismo, mas sim algo que impacta diretamente a relação da marca com seus stakeholders, incluindo clientes, consumidores, parceiros e colaboradores.

2) Toda marca tem um propósito?

Posso falar pela Galderma. Aqui, temos o propósito de “Avançar a Dermatologia para cada história de pele”, que orienta as nossas soluções oferecidas aos consumidores. Todas as marcas que integram o nosso portfólio, independentemente de a qual unidade de negócio pertencem (Estética injetável, Skincare Dermatológico ou Dermatologia Terapêutica), servem a este propósito. Temos, com essas marcas, um portfólio integrado de dermatologia à serviço das pessoas que buscam o cuidado com a pele. E esse portfólio segue crescendo e sendo aprimorado para servir a este propósito e, assim, oferecer soluções que atendam às necessidades de cada história de pele. Os consumidores estão cada vez mais conscientes e cobrando das marcas transparência quanto aos seus propósitos, por isso, tornar isso evidente é fundamental para conquistar confiança e, logo, a preferência.

3) Como uma companhia descobre e difunde seu propósito?

Acredito que o primeiro passo é entender qual é a oferta de valor e serviço entregue para as pessoas. Uma marca com propósito só existe se ela atende às necessidades dos seus consumidores. Daí por diante, é importante identificar com clareza os valores e objetivos do negócio da marca e trabalhar para que isso seja colocado em prática no dia a dia do negócio pelos colaboradores e incorporado na cultura organizacional.  

4) Quem não tem um propósito claro está perdendo competitividade?

Acredito que sim, uma vez que os consumidores estão cada vez mais conscientes e exigentes. As pessoas buscam consumir marcas que estão conectadas aos seus próprios propósitos. Uma marca que não tem isso claro, certamente chamará menos atenção do que aquelas quem têm.

5) Uma empresa que torna público o seu propósito, se torna mais forte ou vulnerável?

Acredito que uma marca se fortalece ao ter um propósito que vá além de oferecer simplesmente um produto ou serviço – ou seja, que de fato ofereça uma solução às pessoas. É preciso apresentar soluções para problemas reais da nossa sociedade, estabelecer conexões emocionais, adotar práticas sustentáveis e sociais responsáveis, demonstrar autenticidade e transparência em suas ações, bem como se adaptar constantemente para proporcionar a melhor experiência ao seu consumidor.